segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Personagens Bíblicos: 029 - Absalão


ABSALÃO

Absalão parece que já nasceu líder. Ele não era somente o filho de um rei, mas tinha também uma aparência extraordinariamente boa e uma personalidade cativante. A sua sensibilidade às necessidades das massas fez com que ganhasse sua lealdade. Absalão usou sua influência para conduzir pessoas na direção errada. Ele organizou uma revolução contra o pai, o rei Davi, que no final resultou na sua própria e trágica morte.

Talvez a grande lição a ser aprendida com o fracasso de Absalão é o poder destruidor da amargura. Absalão jamais aplacara o ódio que sentia por Amnom, outro filho de Davi, que estuprara sua irmã Tamar. O fato de o rei não haver punido Amnom certamente contribuiu para sua raiva. Como pedras de dominó caindo uma sobre a outra, cada evento na vida de Absalão levava a uma nova tragédia. Absalão preparou uma cilada para Amnom e o matou. Por conta desse ato, teve de se esconder por três anos (2SM 13.23-39). Assim que se reconciliou com o pai, Absalão passou a usar sua influência para minar a posição e a autoridade do rei (2SM 15.01-06).

Enfim, a tragédia poderia ter sido evitada se Absalão não tivesse permitido que sua raiva derrubasse a primeira pedra do dominó. O líder deve conscientizar-se de que tanto suas qualidades naturais de liderança quanto as cultivadas podem ser prejudicadas pela amargura. Esteja disposto a perdoar quando você ou alguém que você ama for ofendido. O autor de Hebreus dá-nos um conselho saudável: “Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus, que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando muitos” (HB 12.15).

Em Cristo,
Itamar Carrijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário