sábado, 6 de agosto de 2011

Livro 29 - Joel


Autor:   Joel.
Época:  Cerca de 450 a 350 a.C.
Local:   Reino do Sul, Judá.

Para termos discernimento, é necessário que tenhamos a percepção inteligente de eventos atuais e uma compreensão penetrante das realidades eternas. O livro de Joel ajuda-nos a perceber que às vezes Deus utiliza coisas do ambiente natural para ressaltar verdades do mundo espiritual.

O ponto de partida da mensagem do profeta Joel é a terrível praga e a seca que arrasaram a terra de Judá. Para o profeta essas desgraças são sinais do dia em que Deus julgará os povos de todas as nações e castigará os pecadores. O profeta apela aos israelitas para que se arrependam e voltem para Deus, que assim os abençoará e lhes dará de novo tudo o que os gafanhotos e a seca destruíram. Mais uma vez o povo será próspero e feliz, e em Jerusalém o Deus Eterno habitará com eles.

Não há no livro de Joel nenhuma indicação do tempo em que o profeta proclamou a sua mensagem. Pensa-se que o livro foi escrito entre 450 e 350 antes de Cristo, durante o tempo em que a Pérsia dominava Israel.

A promessa de Deus de que enviaria o Seu Espírito sobre todo o Seu povo é citada pelo apóstolo Pedro no dia de Pentecostes (Atos 2.17-21). "Naquele dia o Espírito Santo desceu sobre os seguidores de Jesus reunidos em Jerusalém".

Esboço:
A praga de gafanhotos e a seca - 01.01-02.17
Deus promete abençoar novamente a terra - 02.18-27
O dia do Deus Eterno - 02.28-03.21

Personagem a destacar:

Joel – Profeta com amplo conhecimento e ótima formação, estava familiarizado com os ensinos de Miquéias, Jeremias e Isaías. Ao destacar eventos de seus dias para fundamentar sua mensagem de arrependimentos, encorajou o povo a voltar para Deus e reconhecer que a apatia espiritual deles era resultado de contínua desobediência a Deus.

Em Cristo,
Itamar Carrijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário