segunda-feira, 28 de março de 2011

Personagens Bíblicos: 017 - Débora


DÉBORA

Israel estava diante de um inimigo ameaçador. Sísera, comandante do exército cananeu, tinha novecentos carros de ferro e armamentos pesados o suficiente para esmagar o insignificante arsenal de Israel. Do ponto de vista humano, Israel não tinha chance alguma.

Provavelmente foi por isso que Baraque hesitou quando Débora lhe deu a notícia de que fora escolhido para comandar Israel contra Sísera. Baraque ouviu a ordem de Deus para assumir a liderança, entendeu o plano de guerra do Senhor e percebeu que ele (o plano) lhe prometia vitória. Porém deu mais ouvidos aos seus temores. E, dominado pelo medo, declarou a Débora que só iria à batalha se ela o acompanhasse. Débora concordou, mas o advertiu de que o crédito pela vitória seria de outra pessoa.

Débora e Baraque celebraram a vitória com um cântico (Jz 05.01-31) que nos dá um panorama da batalha descrita em Juízes 04. Retratando uma nação tomada pelo medo, o poema fala de pessoas evitando caminhar pelas estradas e se escondendo nas colinas. Retrata as qualidades excepcionais de liderança de Débora, que do medo e do desespero “levantou-se [como] uma mãe em Israel” (Jz 05.07). Com carinho maternal, ela cuidou do povo de Deus.

Débora demonstrou extraordinária capacidade para liderar o povo em uma situação difícil. Sua confiança em Deus inspirou fé e ousadia no exército e no povo que liderou. Sua capacidade de adaptação à insegurança de Baraque deu a este a coragem de que precisava para conduzir o exército à batalha. Por fim, o reconhecimento da fidelidade de Deus motivou-a a louvar ao Senhor pela vitória (v. 31).

Em Cristo,
Itamar Carrijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário