terça-feira, 2 de março de 2010

Caráter 04-05

Hoje voltaremos às palavras inspiradoras do primeiro capítulo de 2Pedro. Sempre que lemos algo semelhante, nos perguntamos: “Quem escreveu isso? De onde vem esse autor com tais idéias e conclusões?”. Leia o perfil de caráter de Pedro clicando aqui, e observe que o homem que escreveu essas palavras encorajadoras e que demonstra um caráter tão positivo, nem sempre foi assim.

De 01:03-09, ele aborda a integridade. Pedro relaciona e interconecta sete atitudes que o crente deve tentar acrescentar diligentemente à sua fé. Essas atitudes não são fruto de esforços humanos, mas fluem da fé constante e inabalável em Jesus. Ao confiarmos nEle, Cristo vive a Sua vida por meio de nós para podermos mostrar o Seu amor aos outros. De 12 a 21, abaixo, ele nos fala com veemência sobre a Glória de Cristo e a firmeza das Escrituras. Medite a respeito.

Por isso, sempre terei o cuidado de lembrar-lhes estas coisas, se bem que vocês já as sabem e estão solidamente firmados na verdade que receberam. Considero importante, enquanto estiver no tabernáculo deste corpo, despertar a memória de vocês, porque sei que em breve deixarei esse tabernáculo, como o nosso Senhor Jesus Cristo já me revelou. Eu me empenharei para que, também depois de minha partida, vocês sejam sempre capazes de lembrar-se dessas coisas.

De fato, não seguimos fábulas engenhosamente inventadas, quando lhes falamos a respeito do poder e da vinda de nosso Senhor Jesus Cristo; ao contrário, nós fomos testemunhas oculares de Sua majestade. Ele recebeu honra e glória da parte de Deus Pai, quando da suprema glória Lhe foi dirigida a voz que disse: “Este é o meu Filho amado, em Quem me agrado”. Nós mesmos ouvimos essa voz vinda dos céus quando estávamos com Ele no monte santo.

Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão bem se a ela prestarem atenção, como a uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça no coração de vocês. Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal, pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo. (2Pedro 01:12-21)

Em Cristo,
Itamar Carrijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário