quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Serviço Secreto

"Quando jejuarem, não mostrem uma aparência triste como os hipócritas, pois eles mudam a aparência do rosto a fim de que os outros vejam que eles estão jejuando. Eu lhes digo verdadeiramente que eles já receberam sua plena recompensa. Ao jejuar, arrume o cabelo e lave o rosto, para que não pareça aos outros que você está jejuando, mas apenas a seu Pai, que vê em secreto. E seu Pai, que vê em secreto, o recompensará." (Mateus 6:16-18)

O jejum, a oração, a ajuda a pessoas necessitadas são todos serviços que devem ser prestados a Deus - para Seu agrado, para Seu propósito e para Sua honra. Mas, quando nós nos preocupamos com o reconhecimento de homens pelo nosso serviço, quem recebe a atenção e honra somos nós.

O Serviço Secreto do governo dos EUA tem como um dos seus principais objetivos a proteção do Presidente, seus familiares e outros governantes importantes. O aspecto "secreto" deste grupo não se refere a um trabalho oculto como espionagem, porém, à discreção dos agentes ao desempenhar seu trabalho. Os agentes desse serviço trabalham sem uniforme, em traje comum. Um dos objetivos deles é justamente não serem vistos. Seu trabalho é todo feito em secreto. O Presidente pode aparecer, e muitos vão dar atenção a ele. Mas, os homens que servem a ele não devem aparecer. Ao contrário, devem ser invisíveis.

A mesma coisa com a vida Cristã. Para que o Rei receba a atenção e para que a glória seja dada a Deus, nós temos que fazer o nosso serviço em secreto. Caso contrário, quem chama a atenção somos nós. Quem recebe a glória somos nós. Então temos que decidir quem deve receber a glória e de quem queremos receber nosso reconhecimento. Como vai seu serviço secreto?

Oração:
Maravilhoso Deus, o Senhor merece toda honra e glória. Ajude-me a mostrar que qualquer coisa que há de louvável em mim foi uma dádiva do Senhor. Que Jesus receba todo o reconhecimento que Ele merece por meio da minha vida. Em nome do Cristo eu oro. Amém.

Fonte: [hermeneutica]

Em Cristo,
Itamar Carrijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário