domingo, 3 de janeiro de 2010

Planejamento a Longo Prazo 02de05

Sem dúvida, Deus é o supremo Planejador de longo prazo. Seus propósitos estendem-se de eternidade a eternidade e alcançam todas as regiões do Seu domínio. Da perspectiva de curto prazo, as coisas podem até parecer fora de controle, mas Deus está coordenando os fatos de tal forma que estes levarão a uma consumação gloriosa.

“Você não soube que há muito eu já o havia ordenado, que desde os dias da antiguidade eu já o havia planejado? Agora eu o executo, e faço você transformar cidades fortificadas em montões de pedra.”
(IS 37:26)


Embora o povo de Israel muitas vezes olhasse para as circunstâncias e duvidasse de que Deus sabia o que estava fazendo ou, se tinha em mente as melhores intenções para eles, o Senhor afirmou por meio de Seus profetas que tinha plena consciência de Suas ações. O envolvimento ativo de Deus na vida de indivíduos e nações não é fruto de caprichos momentâneos ou de reações impensadas. É sempre um ato pensado, intencional. Seu “timing” é perfeito, e Seu propósito não pode ser frustrado. “O Senhor faz tudo com um propósito; até os ímpios para o dia do castigo” (PV 16:04). “Desde o início faço conhecido o fim, desde tempos remotos, o que ainda virá. Digo: Meu propósito permanecerá em pé, e farei tudo o que me agrada” (IS 46:10). As intenções soberanas de Deus ultrapassam as barreiras do tempo e estão em conformidade com a perfeição de Seu caráter.

Deus aguardou o momento de enviar Seu Filho até que chegasse a “plenitude do tempo” (GL 04:04). Ele escolheu as circunstâncias ideais para a vinda de Jesus Cristo e a propagação do evangelho. No século I, o Império Romano havia promovido a paz mundial, uma língua comum e as melhores estradas que o mundo já tivera. As condições políticas, religiosas, econômicas e sociais eram ideais para a rápida difusão da mensagem de esperança e da nova vida em Cristo. Deus “faz todas as coisas segundo o propósito de Sua vontade” (EF 01:11). Até mesmo a crucificação fez parte do planejamento divino de longo prazo. “De fato, Herodes e Pôncio Pilatos reuniram-se com os gentios e com o povo de Israel nesta cidade para conspirar contra o Teu santo servo Jesus, a Quem ungiste. Fizeram o que Teu poder e a Tua vontade haviam decidido de antemão que acontecesse” (AT 04:27-28)

Para um estudo mais detalhado sobre o planejamento a longo prazo de Deus, reflita sobre os seguintes textos: Jó 42:02 / João 12:27 / Efésios 03:11 / 2Pedro 03:08-10 / Romanos 08:28-30; 09:11.

Pesquisa [publicações Ed Vida]

Em Cristo
Itamar Carrijo

Nenhum comentário:

Postar um comentário